Arco do Triunfo

Guia de viagem de férias
Arco do Triunfo mostrando uma cidade, linha do horizonte e um monumento

Imponente monumento fincado no centro de uma movimentada interseção de tráfego, a emblemática arcada ergue-se majestosamente sobre a cidade, o que torna sua parte mais alta um cobiçado ponto de observação.

Embora a vista de 50 metros acima de Paris possa aliciá-lo a subir ao topo do Arco do Triunfo, há muita coisa para se ver na base deste ponto de referência. Ele fica na Place Charles de Gaulle, onde 12 avenidas retas, inclusive o Bulevar Champs-Élysées, convergem e formam “a estrela” da cidade.

Apesar de ser uma interseção movimentada no centro da cidade, é fácil chegar ao monumento, seja de carro ou caminhando pelo pitoresco Champs-Élysées. Também há muito espaço só para pedestres em torno do arco para que se possa admirar, a uma distância segura, sua arquitetura e decoração.

É cobrada uma taxa de entrada para subida, pela escada (284 degraus) ou pelo elevador, ao topo do arco. Lá em cima há um museu e uma loja de presentes, além de uma bela vista do Champs-Élysées. As ruas vizinhas ficam particularmente bonitas no início da noite, quando as luzes da cidade começam a se acender.

Você não paga nada para visitar a base do arco. Quatro gigantescos pilares sob um entablamento formam uma passagem coberta tão ampla que um aviador fez um voo por dentro do arco em 1919. Em 1920, o corpo de um soldado desconhecido foi enterrado neste local, e uma tocha eterna foi acrescentada em 1923, em memória aos mortos da 1ª Guerra Mundial. A chama da tocha é reacesa em um ritual executado diariamente às 18h30.

A arco é um memorial a todos aqueles que lutaram pela França, mas especialmente aos soldados das guerras de Napoleão. Nos lados internos e no topo estão gravados detalhes das diversas guerras e os nomes dos 558 generais que lutaram nelas. Os quatro pilares são decorados com uma escultura em relevo. A mais famosa delas é A Partida dos Voluntários de 1792, de François Rude. Ela representa o povo francês, pronto a defender seu país, guiado pela figura alegórica da Liberdade. Essa obra sintetizou tão bem o patriotismo da nação que ficou conhecida como La Marseillaise, como o hino nacional.

Napoleão I encomendou a construção do arco após a vitória de 1806 em Austerlitz. Ele prometera a seu exército que iriam “voltar ao lar por sob arcos de triunfo”, mas morreu antes da conclusão de seu grandioso tributo, em 1836.

O Arco do Triunfo fica no 16º arrondissement, na Margem Direita do Sena. Embora esteja aberto diariamente, um dos melhores dias do ano para visitá-lo é 14 de julho, Dia da Bastilha. O desfile do Dia da Bastilha segue por todo o Champs-Élysées, e uma imensa bandeira tremula do alto do arco, criando uma oportunidade de fotografar as cores de um grande evento. Este monumento é de fácil acesso tanto por ônibus quanto por metrô e trem ou a pé. De carro é um pouco complicado, pois achar estacionamento na área costuma ser difícil.

Arco do Triunfo - compare entre 21.629 hotéis próximos com avaliações, preço e disponibilidade. A maioria dos hotéis é totalmente reembolsável.

Pullman Paris Tour Eiffel
Pullman Paris Tour Eiffel
4 out of 5